• Nenhum produto no carrinho.

Porque declarar IRPF com profissionais em conformidade com a LGPD?

Porque declarar IRPF com profissionais em conformidade com a LGPD?

 

Trago para vocês algumas situações que podem expor seus dados a profissionais que não possuem o mínimo de conformidade com a LGPD.

Junto com a declaração do Imposto de Renda vão todas as suas informações pessoais, financeira e até mesmo familiares. Por isso é fundamental ter um cuidado especial com seus dados pessoais compartilhados.

A declaração de imposto de renda vem recheada de muitas informações pessoais importantíssimas como nome, endereço, CPF, nome dos dependentes, patrimônio, renda, investimentos, dentre outros.

Será necessário ficar atento com quem irá dividir as suas informações e dados. O ideal é verificar se o profissional que irá cuidar das suas informações financeiras e pessoais possui políticas e procedimentos de proteção dos dados pessoais.

As informações do Imposto de Renda são um “prato cheio” para os hackers, para comercialização de dados e também para criminosos. É só dar uma pesquisada no Google para verificar que atualmente estamos convivendo com grande quantidade de notícias de vazamento de dados e informações de todos os tipos de empresas e profissionais.

A Lei Geral de Proteção de Dados deixa bem claro que o titular, no caso você que irá fazer a declaração do Imposto de Renda, deve ter transparência do uso e proteção dos seus dados.

Então é bom começar a pensar numa mudança da sua mentalidade e começar a analisar de forma crítica quem acessa e quem está tendo acesso aos seus dados.

O Imposto de Renda possui muitas informações que são consideradas sensíveis e sigilosas, tanto que o acesso a ele é sempre burocrático e cuidadoso. Para a Lei Geral de Proteção de Dados, o vazamento dessas informações seriam dados que causariam sérios danos e impactos caso usados de forma abusiva e criminosa.

E quando falamos de conformidade na LGPD, não é apenas os famosos “templates” de consentimento espalhados pela web, é necessário cumprir alguns requisitos de segurança que na maioria das vezes o especialista contábil não sabe. Com quem vai declarar seu Imposto de Renda 2022?

 

Fonte: Damiao Oliveira
DPO – Fecontesc
CDPO – Somaxi Group
Jornalista DRT 6688/SC
Repórter ANPPD – Responsável Portal de Notícias

 

Veja também: Receita abriu consulta ao segundo lote de restituição do IRPF 2022

© 2020 FECONTESC - Todos os Direitos Reservados